Gol Linhas aéreas tem redução no prejuízo

Há onze anos, a Gol impulsiona o mercado brasileiro de aviação a se desenvolver, sempre apresentando processos, serviços e produtos inovadores e pioneiros. Com seu modelo de negócios de passagens aéreas baratas, com baixo custo que geram baixas tarifas (low cost, low fare).

A Gol Linhas Aéreas oferece atualmente a mais extensa malha de rotas na América do Sul e Caribe, com quase 900 voos diários para 62 destinos nacionais e internacionais. A estratégia da companhia de linhas aéreas é definida pelo crescimento rentável, por meio de uma estrutura de baixo custo e alta qualidade no atendimento ao cliente. As aeronaves Boeing 737-700 e 737-800 – Next Generation utilizadas pela Gol Linhas Aéreas são equipadas com winglets, uma tecnologia que ajuda a manter ainda mais baixos os custos operacionais.

A Gol Linhas Aéreas – segunda maior empresa aérea brasileira em participação de mercado – conseguiu reduzir seu prejuízo no segundo trimestre deste ano em quase 40%, na comparação com igual período de 2012, melhorando a expectativa para custos neste ano. Entre abril e junho, as linhas aéreas tiveram um prejuízo de R$ 433 milhões, uma redução de 39,5% sobre igual período do ano passado, apoiada em recursos adicionais com a venda antecipada de passagens aéreas para a unidade Smiles, que em abril levantou R$ 1,3 bilhão com sua entrada na Bolsa de Valores (oferta pública inicial de ações, IPO na sigla em inglês).

O resultado recebeu impulso de aumento de preços de passagens aéreas e redução de custos com combustível e pessoal, depois que a empresa cortou voos e funcionários. O Ebitdar (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e aluguel de aeronaves) totalizou R$ 235,1 milhões entre abril e junho. Já a receita líquida da empresa totalizou R$ 1,914 bilhão no trimestre, alta de 4,6% sobre um ano antes, que a companhia atribuiu ao aumento de 13% no yield (o valor médio pago por passageiro por quilômetro voado). O prejuízo operacional (Ebit) ficou em R$ 35 milhões e a margem Ebit ficou negativa em 1,8%.

mercado brasileiro

Leave a Reply